Alec Bradley

Charuto Alec Bradley Prensado Churchill

Charuto Alec Bradley Prensado Churchill

Hoje vamos degustar o Charuto do Ano 2011 pela revista americana Cigar Aficionado, o Alec Bradley Prensado Churchill.

Charuto Alec Bradley Prensado Churchill
Charuto Alec Bradley Prensado Churchill

Esta é mais uma das grandes marcas de Honduras que abastecem o mercado-norte americano, já que não se pode comercializar charutos cubanos por causa do embargo.

Infelizmente não tem importação oficial no Brasil.

Este charuto é feito na fábrica Raices Cubanas em Danli, em Honduras e custa cerca de 10 doláres nos Estados Unidos.

Feita a apresentação, vamos a degustação.

Charuto Alec Bradley Prensado Churchill
Charuto Alec Bradley Prensado Churchill

O charuto é realmente muito bonito, com uma linda capa Corojo, bem escura e sedosa com pouquíssimos veios. A construção é impecável e o charuto é prensado (por isso o nome da linha) o que lhe dá um aspecto quadrado.

O aroma a frio é muito agradável, o tabaco utilizado confere ao charuto um perfume de dar água na boca. O fluxo está muito bom, com uma fumaça rica e cremosa mas a queima não foi tão regular e as cinzas são um pouco frágeis e quebradiças.

O sabor é muito agradável, com um pouco de terra e chocolate amargo e um retrogosto muito suave mas com um leve amargor, muito pouco, mas notável.

Detalhe da Anilha Alec Bradley
Detalhe da Anilha Alec Bradley

A degustação prossegue e o sabor suaviza, mostrando uma nova personalidade, mais suave e adocicada, com um fundo de caramelo queimado.

Veredito: um charuto de sabor rico e complexo, que melhora nos terços finais e satisfaz. O blend de fumos da Nicarágua e Honduras permite aos aficionados brasileiros uma boa mudança de ares, mas nada que se compare a um charuto cubano top de linha como um Montecristo No. 2 ou um Cohiba Robusto.

A apresentação é um capítulo a parte, a anilha é muito bonita e o charuto é o que os americanos chamam de gorgeous, ou seja, deslumbrante, mas o sabor – em minha opinião, não chega a encantar o suficiente para ganhar tal status de charuto do ano. Vou dar uma nota 9,3. Melhor realmente que nossos charutos nacionais, mas um patamar abaixo dos cubanos. Um abraço e até a próxima.

6 comentários em “Charuto Alec Bradley Prensado Churchill

  1. Jose Elias

    Bom dia!

    Quero, em primeiro lugar, lhe dar os parabens por este blog, tão bonito e bem escrito.

    O meu nome é José e estou, em conjunto com um amigo que é um grande amante de charutos, a criar uma empresa em Portugal que vai se dedicar a informar as pessoas sobre os vários tipos de puro que podem degustar. O nosso trabalho será de estar presente em eventos e festas para aconselhar os potenciais consumidores.

    Vimos humildemente lhe pedir alguns conselhos ou ideias para este serviço. E para a elaboração de vários menus de charuto para ocasiões especiais.
    Enquanto construimos o nosso proprio site vamos enviar todos os interessados por este mundo para este seu maravilhoso blog.

    Continue com o grande trabalho que tem feito!

    • Não sei se entendi muito bem o que você gostaria que eu fizesse, mas vou tentar te ajudar.

      Acho que primeiro você deve procurar na internet um roteiro de aulas sobre charutos, como acender, como cortar, como degustar, quais os formatos mais comuns, qual os principai países produtores e desenvolver uma mini apostila sua.

      Depois você deveria escolher um ou dois charutos característicos de cada região produtora, como por exemplo: Cuba – Montecristo, Rep. Dominicana – Davidoff, Brasil – Dona Flor e estudar a respeito dos tipos de fumos e diferentes sabores de cada região. Além de é claro, você ir degustando e tentando identificar as diferenças entre eles.

      Outro ponto importante é sugerir harmonizações – CHarutos com os deliciosos Portos da sua terra, charutos com conhaque, charutos com whisky, etc.
      Trabalhe com seus convidados a questão dos sabores que advém de tais combinações, etc…

      Há inúmeros sites com diversas aulas que são excelentes pontos de partida para se saber mais, dê uma olhada em:

      http://www.charutosebebidas.com.br/materias/cursodecharutos2deondevemotabaco.htm
      http://www.charutos.com.br/artigos/art_charutos08.htm

      Espero ter ajudado.
      Um grande abraço.

      • Jose Elias

        Muito obrigado pelos seus conselhos, achei todas as fontes muito interessantes, mas vai demorar um pouco até ter um conhecimento sólido sobre este mundo.

        O que talvez venhamos a lhe pedir é que dê uma olhada no nosso futuro “menu” de charutos que vamos propor nos nossos eventos para que a pessoa que nunca fumou possa ter uma iniciação correta (charutos para principiantes, mas que tenham uma boa qualidade). Ao mesmo tempo queremos que o grande conhecedor (como você) não fique desiludido com a nossa oferta.

        Na sua opinião qual é o tamanho ideal de um menu para que a maior parte dos gostos esteja coberta? 20, 30?

        Mais uma vez, muito obrigado pela sua ajuda.
        Vamos também organizar alguns eventos de combinações, e seria para nós um prazer ter um especialista como você ao nosso lado.

        Um grande abraço

      • Olá. Vocês tem acesso a charutos de quais países? Cuba, Rep. Dominicana? Honduras? Brasil?

        Acho que bons charutos para iniciantes são, por exemplo:

        Cuba – Romeu e Julieta Coronitas en cedro – Médio
        Cuba – Hoyo de Monterrey Palmas Extras – Suave
        Brasil – Dona Flor Corona – Suave
        Brasil – Alonso Menendez Corona – Suave
        Rep. Dominicana – Davidoff Special B – Suave
        Rep. Dominicana – Davidoff Gran Cru No. 2 – Suave

        Se a pessoa quiser um charuto de bitola mais larga, o que permite sentir
        muito mais o sabor do tabaco recomendaria também:

        Cuba – Hoyo de Monterrey Petit Robusto – Suave
        Cuba – Hoyo de Monterrey Epicure No 2 – Suave
        Cuba – Romeu e Julieta – Shor Churchill – Suave
        Brasil – Dona Flor Seleção Robusto – Suave
        Brasil – Monte Pascoal Robusto – Suave

        Cuba – Romeu e Julieta Churchill – Esté é suave – mas é bem comprido!

        E se a pessoa já for um degustador mais experiente,
        ai o leque de opções se expande:

        Cuba – Montecristo No 4 – Médio
        Cuba – Montecristo Petit Edmundo – Médio
        Cuba – Montecristo No 2 – Médio
        Cuba – Cohiba Siglo II – Médio
        Cuba – Partagas D4 – Encorpado
        Cuba – Partagas P2 – Encorpado
        Cuba – Bolivar Royal Corona – Encorpado

        Há diversos outros charutos e marcas para lhe recomendar, mas preciso que você me indique quais marcas você tem acesso.
        Um abraço.

  2. Rodrigo Mourão

    Prezado confrade, moderador do blog

    Alguma dica de como adquirir estas marcas que acompanhamos na cigar aficionado, mas que não vêm para o Brasil oficialmente? …. Alias, faltam poucos dias para eles anunciarem o top 25 do ano de 2012.

    Mais uma vez parabéns pelo blog, estávamos carentes de espaços como este ………, de confrarias então, nem se fale,continuamos ……

    Grande abraço

    • Eu os adquiri através de um parente que veio dos EUA e me trouxe de lá. Eu havia tentado comprar diretamente de sites americanos mas os charutos ficaram retidos na alfandega brasileira e acabei jogando dinheiro fora! Ainda não encontrei uma forma segura de encomendá-los.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: